NOTÍCIAS 

 

Fonte: Petros

Leia, na íntegra, o conteúdo sobre a retirada do limitador operacional do teto do PPSP.

Clique aqui

Diante da mentira divulgada pela Petrobrás em seu informe aos trabalhadores, afirmando que o reajuste de 8,57% está condicionado à implementação da sua proposta de redução da jornada com redução de salário, o Conselho Deliberativo da FUP foi suspenso e só se posicionará sobre o indicativo que será divulgado à categoria, após receber da empresa as minutas dos Termos do atual ACT e da Araucária Nitrogenados.

O posicionamento da FUP desde que a Petrobrás propôs alterar a jornada foi de que houvesse um amplo debate sobre isso na Comissão de Regime de Trabalho, de forma a preservar e a garantir os direitos dos trabalhadores.

Em momento algum da negociação, foi discutido com as direções sindicais qualquer tipo de condicionante em relação à essa questão ou à proposta de reajuste salarial. O que foi apresentado pelos representantes da Petrobrás na reunião desta quarta é o que está na carta de encaminhamento da proposta.

Em vídeo divulgado à categoria, o coordenador José Maria Rangel rebate as mentiras da empresa:

http://www.fup.org.br/galerias/videos/item/20533-conselho-deliberativo-da-fup-so-se-posicionara-sobre-proposta-da-petrobras-apos-receber-minutas-do-termo-aditivo

 

 

 

Conselho Deliberativo da FUP avalia nova proposta apresentada pela Petrobras

Em reunião nesta quarta-feira, 18, com a Petrobrás, a FUP conquistou na mesa de negociação uma nova proposta para o Termo Aditivo do Acordo Coletivo 2015/2017, onde a empresa eleva para 8,57% o reajuste salarial, nas tabelas e na RMNR. A Petrobrás também concordou em retirar da sua proposta a redução da jornada de trabalho com redução de salários, que será remetida para discussão na Comissão de Regimes de Trabalho. Em relação ao ATS dos trabalhadores da Fafen-PR, a empresa reforça o encaminhamento anterior de instruir o voto de seu representante na Assembleia Geral da Araucária Nitrogenados a aprovar a implantação do anuênio.

Diante da cobrança da FUP, a Petrobrás também concordou em efetuar o pagamento do adiantamento do 13o Salário até 27 de janeiro. A nova proposta apresentada pela empresa será analisada no Conselho Deliberativo da FUP, a partir das 14 horas, onde as direções sindicais definirão os indicativos que serão dados os trabalhadores. Veja abaixo os principais pontos da proposta:

 

Reajustes

• Reajuste de 8,57% nas tabelas e na RMNR, retroativos a setembro de 2016

• Vale refeição/alimentação de R$ 1.093,84

• Manutenção do auxílio almoço para quem optar por continuar recebendo, reajustado para R$ 1.008,92

• Reajuste de 8,97% em janeiro dos Benefícios Educacionais e do Programa Jovem Universitário

• Reajuste das Tabelas de Grande Risco da AMS e do Benefício Farmácia em 8,57%

• Reajuste de 8,57% para o Adicional do Estado do Amazonas e da Gratificação de Campo Terrestre de

 

Produção

Jornada de Trabalho para o horário flexível

A Petrobrás concorda em remeter para a Comissão de Regime de Trabalho a discussão da redução da jornada de 8 horas para 6 horas, com redução de 25% da remuneração, para os trabalhadores em horário flexível e sem função gratificada.

 

ATS dos trabalhadores da Fafen-PR

A Petrobrás autorizou o diretor executivo de Refino e Gás Natural a instruir o voto do representante da empresa na Assembleia Geral Extraordinária da Araucária Nitrogenados no sentido de aprovar a implantação do anuênio dos trabalhadores.

 

Horas Extras

A Petrobrás mantém o encaminhamento anteriormente acordado com a FUP de criar um grupo de trabalho específico para discutir um regramento das horas extras.

 

Benefício Farmácia

Um grupo de trabalho paritário, com participação da FUP e da empresa, discutirá um novo modelo para o Benefício.

 

Confira a nova proposta econômica da Petrobrás, que será discutida no Conselho Deliberativo - clique aqui

 

19/01

A Petros revisou sua Política de Investimentos, que vai nortear a gestão dos recursos de cada um dos planos administrados pela Fundação nos próximos cinco anos (2017-2021). Para o Plano Petros do Sistema Petrobras (PPSP), a Política prioriza a redução da renda variável (ações negociadas em bolsa e participações em empresas). O percentual máximo de investimento aplicado nesse segmento baixou de 45% para 35%. Os limites foram revistos para estreitar as faixas de aplicação em cada tipo de investimento, dando uma orientação mais clara sobre a gestão dos ativos. Na renda variável, a meta é chegar a 20% dos investimentos do plano, no curto e médio prazos, isto é, em até dois anos. Isso porque o PPSP é um plano maduro, ou seja, tem grandes despesas com pagamento de benefícios. Logo, precisa ter a maior parte dos seus recursos em investimentos que priorizem a segurança e possam ser convertidos em dinheiro no curto prazo, sem prejuízos à rentabilidade.

A estratégia é intensificar o processo de venda de participações em empresas e, com os recursos obtidos, adquirir títulos públicos que podem ser negociados no mercado de acordo com as necessidades de caixa do plano. Assim, no segmento de renda fixa (títulos públicos e privados), que atualmente concentra 45% dos ativos do plano, a meta é chegar a 71% do volume dos investimentos, no curto e médio prazos. No caso dos Fundos de Investimentos em Participações (FIPs), a Petros segue com a estratégia de não realizar novos investimentos. Clique aqui para conferir a Política de Investimentos na íntegra.

Fonte: Petros

19/01

A primeira parcela do 13º salário de 2017, correspondente a 50% do benefício, será depositada no dia 24 de fevereiro. Se você não quiser receber nesta data, entre em contato com a Central de Relacionamento da Fundação (0800 025 35 45) até o dia 30 deste mês para solicitar que não ocorra a antecipação prevista no regulamento do plano. Nesse caso, o crédito será feito pela Petros junto com o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados do INSS. 

Aqueles que, no ano passado, já tinham pedido para não receber o adiantamento do benefício, terão essa solicitação mantida automaticamente este ano. Caso tenham mudado de ideia e agora prefiram receber o dinheiro em fevereiro, devem entrar em contato com a Central de Relacionamento e solicitar a antecipação.

Fonte: Petros

 

A ASTAPE_BA deseja a todos os nossos Associados um ano novo repleto de saúde, felicidade e prosperidade.

ASTAPE-BA - ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES, APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PETROBRAS DA BAHIA.