NOTÍCIAS 

 

07.12.2019

O sistema de empréstimos ficará indisponível entre os dias 14 de dezembro e 2 de janeiro para que a Petros possa fazer o fechamento contábil de 2019, a exemplo do que ocorreu no ano passado. Com isso, serviços como concessão, renovação de empréstimos e emissão de boletos ficarão suspensos. Assim, o último pedido deste ano deve ser feito até as 21h59 de 13 de dezembro. Todos os serviços voltarão a funcionar normalmente no dia 3 de janeiro. 

Já a solicitação de suspensão da cobrança de parcelas de empréstimos por seis meses - de janeiro a junho de 2020 -, exclusiva para o público do PPSP-R e do PPSP-NR que paga equacionamento, permanecerá disponível até o dia 27 de dezembro. Após esta data, não será mais possível solicitar a suspensão temporária.

Os planos Petros-2, PPSP-R e PPSP-NR oferecem aos participantes ativos, aposentados e pensionistas empréstimo consignado, com desconto direto em folha de pagamento, com juros de 0,59% ao mês mais IPCA - índice que mede a inflação oficial do país. 

O valor máximo do crédito oferecido pela Petros corresponde à reserva do participante, ou seja, o total acumulado no plano, limitado ao teto de R$ 164.760,82. Neste montante, está incluído apenas o que foi pago pelo participante. As contribuições feitas pela empresa patrocinadora não entram nesta conta. O pagamento do empréstimo pode ser feito em até dez anos, dependendo do plano e da idade do participante.

Outros planos da Petros também oferecem empréstimos aos participantes e as condições estão disponíveis na Área do Participante.

Para saber mais sobre o empréstimo da Petros ou fazer uma simulação, clique aqui.

 

Fonte: Petros

05.12.2019

20/11/2019

A partir de janeiro, o INSS não fará mais o pagamento do benefício de seus segurados por meio do convênio com a Petros. O órgão de previdência oficial comunicou esta decisão a todas as entidades fechadas de previdência complementar e informou que, a partir do ano que vem, pagará seus beneficiários pela rede bancária contratada pelo próprio INSS. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Central 135 do INSS.

O último crédito do INSS via Petros será referente ao mês de dezembro, pago nos dias 10 e 20. O benefício referente a janeiro será creditado diretamente pelo INSS até o 5º dia útil de fevereiro, de acordo com o calendário do instituto.

A Petros está em contato com o INSS para obter esclarecimentos e orientações para passar a seus participantes. Conforme as orientações forem divulgadas pelo INSS, a Petros comunicará mais detalhes aos participantes.

Para aqueles que não recebem pelo convênio, em função da proximidade do fim do pagamento via Petros, a Fundação não receberá novos pedidos de transferência para ingresso no convênio.

Fim do adiantamento no dia 10
Como o pagamento do INSS deixará de ser feito via Fundação, não haverá mais adiantamento do benefício Petros nem da previdência oficial no dia 10 — a antecipação é feita apenas para ex-empregados de Petrobras e BR Distribuidora. A partir de janeiro, o pagamento do benefício Petros será apenas no dia 25 de cada mês, sendo antecipado para o dia útil anterior caso a data caia num fim de semana ou feriado. Assim, haverá duas datas de recebimento: a da Petros e a do INSS, que, geralmente, paga até o 5º dia útil do mês seguinte.

Pensão judicial
Aqueles que descontam pensão judicial via contracheque precisam comunicar a seus pensionados – como ex-cônjuge ou filho – que é necessário cadastrar o ofício no INSS para que o desconto aplicado na parte da previdência oficial seja feito pelo órgão. Este procedimento é feito no portal Meu INSS. Para mais informações, clique aqui.

 

Fonte: Petros

19/11/2019

15/11/2019

 

 

Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2019.

 

Prezado(a) participante ou assistido(a),

Assunto: Processo de cisão do Plano Petros do Sistema Petrobras-Não Repactuados

Comunicamos que, em 13/11/2019, o Conselho Deliberativo da Petros, instância máxima de governança da Fundação, aprovou por unanimidade o processo de cisão do Plano Petros do Sistema Petrobras-Não Repactuados (PPSP-NR) que reunirá o Grupo Pré-70 no Plano Petros do Sistema Petrobras-Não Repactuados Pré-70 (PPSP- NR Pré-70).


Conforme amplamente divulgado, esse é um dos primeiros passos necessários para a implementação do Novo PED - alternativa para o reequilíbrio do PPSP-R e do PPSP-NR, contemplando o equacionamento dos déficits de 2015 e 2018 -, que só poderá ser proposto após a aprovação definitiva da cisão pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc).
Com a cisão, o Plano Petros do Sistema Petrobras-Não Repactuados Pré-70 (PPSP-NR Pré-70) será constituído sob a modalidade de benefício definido para recepcionar os participantes e assistidos do chamado Grupo Pré-70. Esse Grupo é formado pelos empregados e ex-empregados da patrocinadora Petrobras, admitidos anteriormente a 01/07/1970, que se inscreveram no Plano Petros do Sistema Petrobras (PPSP) até 01/01/1996 e se mantiveram ininterruptamente vinculados à patrocinadora de origem até a obtenção da condição de assistidos, bem como os respectivos beneficiários dos participantes assim qualificados.


Os participantes e assistidos do Grupo Pré-70 possuem critério de custeio diferenciado em relação aos demais participantes e assistidos do plano, porque a patrocinadora se responsabiliza por eventuais desequilíbrios nos compromissos deste grupo, seguindo regras específicas que regem a relação destes participantes com o plano de previdência.
Os participantes e assistidos não repactuados não pertencentes ao Grupo Pré-70 permanecerão no PPSP-NR, ficando, para ambos os grupos, Pré-70 e não Pré-70, preservados a classificação, o direito acumulado e o direito adquirido que detinham no PPSP-NR, antes da operação da cisão.


As alterações do regulamento do PPSP-Não Repactuados decorrem da necessidade de inclusão do critério da operação de cisão do plano de benefícios e conceito do Grupo Pré-70 e do ajuste do custeio previdenciário para que fique aderente ao plano de custeio anual.
Para o regulamento do PPSP-Não Repactuados Pré-70, foram realizados os mesmos ajustes citados acima, além de reestruturação dos artigos que tratavam de matéria não aplicável ao Grupo Pré-70, ajustes no nome do plano e nas citações às patrocinadoras.


Informamos que foram alterados os seguintes artigos dos regulamentos:
PPSP-NR: Artigos 1º, 3º, 90, 91 e 92 alterados, excluído o antigo artigo 90 e incluídas novas definições ao glossário.
PPSP-NR Pré-70: Artigos 1º, 2º, 5º, 6º, 7º, 14, 15, 22, 23, 24, 25, 26, 48, 49, 90, 91 e 92, excluído o antigo artigo 90 e incluídas novas definições ao glossário.
Ressaltamos que as alterações propostas serão submetidas à aprovação dos patrocinadores, da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) e da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc).
Os regulamentos dos planos Petros do Sistema Petrobras-Não Repactuados e Não Repactuados Pré-70 com seus respectivos quadros comparativos das alterações propostas estão disponíveis para consulta no Portal Petros (www.petros.com.br), na Área do Participante.


Estamos à disposição para esclarecer dúvidas ou fornecer outras informações por meio de nossa Central de Relacionamento (0800 025 35 45), de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, pelo Fale Conosco e pelo Atendimento Online, disponível no Portal Petros e no aplicativo (app.petros.com.br).


Atenciosamente,


Gerência de Relacionamento com Participantes, Patrocinadores e Instituidores.

 

Fonte: Petros

 

   

15/11/2019


Atendimento Presencial Agendado para Aposentados - BA e SE.

A partir de 18 de novembro de 2019, o atendimento presencial dos Aposentados dos Estados da Bahia e Sergipe será feito somente com agendamento prévio.
A mudança busca otimizar o atendimento presencial da AMS, realizando, exclusivamente, com hora marcada, e agilizando o acolhimento aos aposentados.

O agendamento pode ser feito através dos links abaixo:
Portal AMS, clique em Agendamento Para Aposentados.
Família Petrobras, clique em Agendamento do Atendimento Presencial;

1- Entre com sua matrícula e senha*;
2- Clique em “Agendar um Horário para Atendimento";
3- Selecione a Unidade de Atendimento e o tipo de serviço;
4- Escolha um horário de atendimento e clique em “Marcar”;
5- Confirme seu telefone de contato, marcar a opção "Desejo receber, via SMS, a confirmação do meu agendamento".

Após confirmar as informações, o beneficiário receberá um aviso que seu atendimento está agendado.
Para conferir, basta ir em “Acompanhar meus agendamentos”, na tela inicial.

*Atenção: a senha para agendamento é a mesma senha cadastrada pelo beneficiário no Botão de Serviços.

Em caso de dúvidas, pedimos entrar em contato com a nossa Central de Relacionamento (0800 287 2267 - opção 1 --> 1 --> 1).

 

Fonte: AMS Petrobras

 

 

 

02/11/2019

 

O presidente Bruno Dias apresentará os detalhes da nova proposta de equacionamento para os planos Petros do Sistema Petrobras - Repactuados e Não Repactuados (PPSP-R e PPSP-NR) - em transmissão ao vivo pela internet a partir das 14h30 da próxima terça-feira (5/11). A apresentação faz parte das ações de divulgação da Petros sobre a nova proposta, alinhada pelo GT Paritário, grupo de trabalho que discute alternativas para o equacionamento, juntamente com conselheiros eleitos, no último dia 22/10.
Além de explicar as mudanças necessárias para reequilibrar o PPSP-R e o PPSP-NR, o presidente responderá perguntas enviadas pelos participantes pela plataforma de transmissão durante a apresentação.


O link da transmissão ao vivo estará disponível no Portal Petros às 14h da próxima terça. Para garantir a qualidade da transmissão, o acesso será limitado a 3 mil pessoas simultaneamente. A apresentação será gravada e estará disponível no Portal Petros, podendo ser acessada a qualquer momento.


O login no sistema requer nome, e-mail, plano e matrícula Petros. Para recuperar a matrícula, basta clicar em "esqueci a matrícula" no Portal Petros ou no Petros App. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Central de Relacionamento (0800 025 35 45), de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h.

 

Fonte: Petros

01/11/2019

ASTAPE-BA - ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES, APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PETROBRAS DA BAHIA.