NOTÍCIAS 

 

Hoje é o Dia do Trabalhador. O 1º de Maio é uma data que exige reflexão de todos os trabalhadores brasileiros. Os últimos anos têm sido muito difíceis para os trabalhadores que acumulam perdas significativas nos direitos desde a aprovação das reformas trabalhista e previdenciária. Com isso, o governo enterrou de vez a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT)


A crise econômica, agravada pela pandemia da Covid-19, trouxe mais desemprego. Segundo o IBGE, já são 14,4 milhões de brasileiros sem trabalho e a taxa de informalidade está em 39,6% da população ocupada, ou seja, 34 milhões de trabalhadores informais. É possível que a situação se agrave ainda mais.
Os trabalhadores petroleiros também estão enfrentando sérias dificuldades e não têm nada a comemorar neste 1º de Maio. Sem reajuste salarial, há um bom tempo, os petroleiros estão ficando cada vez mais pobres e enfrentam sérias dificuldades para sobreviver.


As medidas adotadas pela Petrobrás, altamente prejudiciais, atingem, principalmente, os trabalhadores com menor renda e mais idade. Os descontos abusivos do plano de saúde e equacionamentos reduziram a renda do petroleiro e hoje está com dificuldades até para se alimentar e honrar seus compromissos como água, luz, aluguel, etc.
As alterações no regulamento do plano de saúde foram realizadas em meio à pandemia, quando mais os trabalhadores ativos, aposentados e pensionistas precisam do Benefício Farmácia e do próprio plano. O que acontece hoje com os aposentados e pensionistas é extremamente grave e ameaça a sobrevivência dessas pessoas e seus dependentes.
Reiteramos que não temos nada a comemorar, neste 1º de maio. Devemos, sim, resistir. Os petroleiros devem manter acesa a chama da resistência para se opor a tudo isso que está acontecendo.


Os trabalhadores petroleiros precisam continuar unidos. Por isso, mesmo sem ter o que comemorar, a ASTAPE-BA conclama seus associados para defender a vida, a Petros, a Saúde Petrobrás (antiga AMS) e tudo mais que está sendo tirado de nós. Precisamos defender também a Petrobrás pública que é e vetor de desenvolvimento nacional.
E não podemos deixar de manifestar também a nossa solidariedade e respeito a todas as famílias enlutadas porque perderam entes queridos para a Covid-19.

ASTAPE-BA - ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES, APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PETROBRAS DA BAHIA.