NOTÍCIAS 

 

25/04/2020

Segundo comunicado da Petros, em função da pandemia do coronavírus que provocou restrições e alterou o funcionamento de empresas e órgãos governamentais de todo o Brasil, o processo de aprovação do Novo PED e da reestruturação dos regulamentos do PPSP-R e do PPSP-NR também se viu impactado.

Atualmente, o processo do Novo PED e da reestruturação dos dois planos está na Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), órgão supervisor da Petrobras. Em seguida, as mudanças seguirão para aprovação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), que fiscaliza o setor.  “A expectativa é que as aprovações de Sest e Previc saiam ainda neste mês e a cobrança da nova alíquota de contribuição extraordinária seja implementada em maio. Com isso, novo regulamento entrará em vigor no dia em que a aprovação da Previc for publicada no Diário Oficial da União”, informou o comunicado da Petros.

Sendo assim, o órgão se compromete a implementar o Novo PED em maio e não mais em abril como tinha anunciado no mês passado. 

 

25/04/2020

 

Notícias Anteriores


ASTAPE-BA - ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES, APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA PETROBRAS DA BAHIA.